Prefeitura de Soledade ajuda dona de casa a realizar sonho e agora ela ensina outras pessoas como instrutora em oficinas da SETAS

            Sonho é sempre algo que demanda muito esforço para se realizar. Conquistá-los, portanto, nem sempre é uma tarefa fácil. Afinal, existem diversos obstáculos no caminho e nem sempre achamos que somos capazes ou merecedores. Mas, quem persiste e acredita que é possível sempre alcança uma maneira de conseguir. Foi assim, em busca de um sonho que, com determinação e muito esforço, Aparecida Marinho, uma dona de casa, recém separada do marido e mãe de três filhos, agarrou uma oportunidade de capacitação oferecida pela Prefeitura de Soledade, para ser tornar cabelereira e hoje é exemplo para outras pessoas e de aluno, virou instrutora.

            Seu grande sonho, desde pequena era ser cabelereira. Quando Aparecida era criança, ela conta que sempre brincava que tinha seu salão e que deixava suas clientes satisfeitas com seu talento. Quando sua filha, hoje com 20 anos, nasceu, ela logo imaginou os penteados que poderia fazer em seus cabelos. E ela nem imaginava, naquela época que, apesar das curvas que a vida faz, tudo isso se tornaria realidade.

            Aparecida seguiu sua vida. Casou, tonou-se dona de casa, teve seus filhos e, em 2015, quando separou-se do marido, viu seu mundo desabar. Viu-se sozinha, sem uma profissão, sem renda, sobrevivendo do ‘Bolsa Família’ e retornando para a casa da mãe. Nesse momento, ela sentiu que algo precisava ser feito. Era jovem, tinha força de vontade e de trabalho e, segundo ela mesmo, não poderia viver apenas do Bolsa Família. Afinal, ela tinha um sonho. Ela podia mais.

            “Cheguei ao fim do poço ali. Não sabia o que fazer. Nessa época lavei roupa, trabalhei num restaurante. Tudo para sobreviver. Eu não queria ficar apenas com o Bolsa Família”, comentou Aparecida, lembrando do ano que mudou sua vida: 2017.

Foi naquele ano que a Prefeitura de Soledade, através da Secretaria do Trabalho e Assistência Social – SETAS, abriu vagas para uma capacitação de Cabelereiro. “Vi ali uma oportunidade para ser alguém. Mudar minha vida, realizar um sonho. Então, pedi a Deus que me ajudasse, porque eu só tinha feito até a quinta série e fui. Foi um desafio que enfrentei”, disse ela, que viu logo nos dois meses seguintes, o retorno de seu esforço. “O curso mudou minha vida. Essa oportunidade me abriu os horizontes”, disse.

            Aparecida, que sempre foi uma mulher forte e guerreira, precisava estudar e trabalhar para se sustentar começou a pensar no que fazer para iniciar seu próprio negócio. “Fiz um bingo com uma colcha que eu tinha ganho para comprar secador, chapinha. Coloquei um espelho e já consegui os primeiros clientes em casa”, explicou, orgulhosa. Mas, não foi só isso. Ela também se oferecia para fazer escova e penteados de graça nas pessoas para que conhecessem o seu trabalho. “Eu tinha que mostrar meu talento. Elas, se gostassem, com certeza me chamariam em outras ocasiões”, completou Aparecida.

Certificado na parede

            O negócio deu certo e Aparecida logo conseguiu outro certificado, desta vez, o do SENAC. E assim, estampou na parede de seu salão o que chamou de “porta para o sucesso”. “Você começa a acreditar. Até ontem, eu era nada. E, do nada, você encontra a motivação, a paixão, a confiança. Quando comecei, bastava a escova, uma cadeira, o espelho e certificado na parede para mostrar que eu tinha capacitação para aquilo. Era minha porta para o sucesso”, afirmou a cabelereira, que hoje, além de contar sua história de sucesso, também ajuda a formar outras pessoas como instrutora de oficinas da SETAS.

            A Prefeitura de Soledade oferece, todos os anos, diversos cursos de capacitação através da SETAS. Em 2018, a Secretaria, por intermédio de organizações representativas como o Serviço de Convivência, o Centro de Referência e Assistência Social (CRAS), e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), atendeu a cerca de 350 pessoas. São oficinas e cursos profissionalizantes que duram cerca de três meses e que os participantes recebem certificado, em parceria com o SENAC.

            São oferecidos cursos profissionalizantes de garçom, auxiliar de cozinha, merendeira, designer de sobrancelhas, reaproveitamento alimentar – para mulheres da zona rural, pintura em tecido, corte e costura e de cabelereiro. Já as Oficinas, a SETAS oferece sempre inscrições para oficina de Bordado em Fita; Tapeçaria; Lembrança em Feltro, Biscuit e Tranças e Penteados.

            Assegurar que as pessoas tenham seu trabalho e possam ter sua renda para garantir o sustento de suas famílias é uma preocupação constante da atual gestão municipal. “Temos tentado de tudo para que as pessoas, principalmente, aquelas em situação de vulnerabilidade, tenham meios para gerar sua própria renda. E temos visto resultado. O exemplo de Aparecida é um deles. Isso nos encoraja a ir cada vez mais adiante confiantes de que podemos contribuir para melhorar a realidade das pessoas para muito melhor”, argumenta a secretária do Trabalho e Assistência Social de Soledade, Janaina Barros.

            Hoje, a cabelereira Aparecida Marinho, além de repassar seu conhecimento a outras pessoas nas oficinas da Prefeitura, também mostra a todos seu exemplo, estimulando outras pessoas a acreditar um amanhã mais promissor. “Fui aluna, realizei um sonho e hoje estou como parte da equipe de oficineiros da Prefeitura ajudando outras pessoas como eu fui ajudada um dia. Conto sempre minha história para mostrar que elas não devem desistir nunca”, finaliza Aparecida, feliz com sua nova vida e as oportunidades que a Prefeitura deu a ela neste sentido

COMPARTILHAR