Estudantes de Soledade ganham acervo de livros novos e agora se reúnem todos os dias no “Tapete da Leitura”

As crianças vivem num mundo imaginário cheio de aventuras, super-heróis, princesas, castelos e magia. E isso tudo é importante para que elas desenvolvam aspectos cognitivos cruciais para essa fase, bem como também fazer com que elas se socializem e interajam com as pessoas no “mundo real”. A leitura, é uma forma de incentivo para isso. Pensando assim, a Escola Municipal Irmã Ana de Nazaré, em Soledade, vem trabalhando há algumas semanas um projeto chamado “Tapete da Leitura”, onde as suas 253 crianças, do Pré I e Pré II  estão tendo o seu primeiro contato com o mundo literário.

O acervo da escola – adquirido pela Secretaria Municipal da Educação de Soledade, que conta com mais de 100 títulos, chegou na semana passada. Segundo a professora Fátima de Oliveira, as crianças estão bastante entusiasmadas com o projeto. “Nossos livros são novinhos e eles estão se deliciando com cada um deles. É lindo de ver a empolgação das crianças”, comentou Fátima, explicando que a ação consiste em colocar um grande tapete e pôr sobre ele alguns livros para que os alunos façam suas escolhas.

A diretora da escola, Maria Cecília Nóbrega, afirmou que a experiência tem sido muito importante para os pequenos e para a sua equipe pedagógica. “O tapete da Leitura é uma das atividades pedagógicas que temos na escola. A chegada desses livros foi muito importante porque assim temos um material riquíssimo para trabalhar a cognição de nossas crianças, além de incentivar a leitura desde cedo. Nosso acervo é muito lúdico, colorido, tem texturas. É um show. Eles estão adorando e nós também”, disse a diretora.

No primeiro contato das crianças com os livros, a professora Fátima de Oliveira destacou que fez questão de falar para seus alunos sobre a preservação do acervo. “Mostrei a eles como manusear o livro. Tive esse cuidado para que se tenha o prazer da leitura, mas sempre com responsabilidade”, afirmou. Fátima disse ainda que deseja ir adiante, pois quer alcançar os pais de cada um de seus alunos para, juntos, seguir na missão de incentivar o gosto pela leitura nos filhos. “Quero fazer um momento com os pais. Ainda não sei se na escola, mas vamos fazer com certeza. É necessária muita dedicação para que os pequenos se familiarizem com o alfabeto, com as imagens, com os números. E isso nós temos, falta só um incentivo também aos pais”, explicou.

Os primeiros anos são importantíssimos para a formação da personalidade da criança. Os pais, avós, educadores desempenham um papel fundamental para tornar a leitura e o aprendizado das letras num mundo prazeroso e fascinante. E é isso que a Secretaria da Educação de Soledade compreende quando adquire um acervo como o da Escola Irmã Ana. “Vamos tornar esse primeiro contato um momento de muito carinho e acolhimento para que essas crianças saiam com uma experiência muito positiva para suas vidas no futuro”, salientou a secretária da Educação, Andrea Berto.

COMPARTILHAR