Secretários prestigiam solenidade de formação dos novos Agentes de Desenvolvimento do Sebrae-Paraíba

Os secretários municipais da administração, fazenda e planejamento e de desenvolvimento rural, Fábio Matias e Adeilson Morais, respectivamente, participaram ontem, sexta-feira (07) da solenidade de encerramento da formação dos novos Agentes de Desenvolvimento do Sebrae-Paraíba na cidade de Cabaceiras.

Fábio e Adeilson estiveram prestigiando os agentes de desenvolvimento territorial de Soledade, Ana Maria Lopes Nascimento e Isaac França que participaram da capacitação durante toda a semana.

Na ocasião, estiverem presentes várias autoridades da Região, a exemplo dos prefeitos(as) de Boa Vista, Santo André, Umbuzeiro, Natuba, Cabaceiras, Bananeiras, dentre outras autoridades. O prefeito de Soledade Geraldo Moura foi representado pelos secretários municipais.

Segundo o secretário da administração soledadense, em breve será montada uma Sala no Centro Administrativo Municipal destinada ao desenvolvimento local, com o fim de oferecer suporte ao Empreender Paraíba e ao Sebrae.

Entenda a Parceria da Prefeitura de Soledade e o Sebrae-Paraíba

O município de Soledade firmou parceria com o Sebrae-Paraíba e se organiza para fazer levantamento de negócios capaz de desenvolver projetos fomentadores do empreendedorismo local.

A parceria visa retirar empreendedores da informalidade, abrir oportunidades de negócios, estabelecer boas relações entre empresários e o poder público local, bem como, busca incentivar a economia, os negócios e a geração de emprego e renda em âmbito local, específico em Soledade.

O município de Soledade empreende agora ações de Desenvolvimento Estratégico Territorial que torna possível se fazer cumprir as exigências legais da economia nacional e o fomento do desenvolvimento local.

A atuação dos agentes é fundamental para articular as ações públicas para a promoção do desenvolvimento local e territorial.

O agente de desenvolvimento foi criado para auxiliar o processo de implementação e continuidade dos programas e projetos contidos na Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. No entanto, o papel do agente e sua influência positiva no município vão além das atividades relativas à Lei Geral.

A expectativa é a de que o agente venha a desempenhar um papel importante de coordenação e continuidade das atividades para desenvolvimento sustentável do município, juntamente com o poder público municipal e as lideranças do setor privado local.

Competências e Conhecimento Específico

O agente deverá ter a capacidade de planejar, executar e articular as políticas para implementação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas no Município e criar uma articulação e mobilização na cidade em torno da causa do desenvolvimento local.

A capacidade de planejar estrategicamente, interagir com as lideranças, ter capacidade de negociação e ponderação deve acompanhar um conhecimento básico e crescente sobre desenvolvimento, suas práticas e princípios, e o desenvolvimento de competências específicas como planejamento estratégico, técnicas para moderação de grupos, negociação e solução de conflitos, elaboração e gestão de projetos, articulação, captação de recursos.

Boa parte desses conhecimentos específicos será desenvolvida por meio da rede de articulação do governo federal e Sebrae com entidades municipalistas, e com a Rede de Agentes de Desenvolvimento.

 

Ascom/PMS