Agricultores e pescadores de Soledade terão dívidas pagas o junto ao Banco do Nordeste

A Prefeitura de Soledade está negociando junto ao Banco do Nordeste, as dívidas de agricultores e pescadores do município que tenham contratos vencidos e negativados junto ao Banco do Nordeste. Segundo o prefeito Geraldo Moura, algumas dessas dívidas serão pagas pela Prefeitura, e outras serão renegociadas com carência de 36 meses, sendo que a Prefeitura vai pagar a primeira parcela.

A legalidade dessa medida social, foi garantida em sessão realizada na Câmara de Vereadores de Soledade no último dia 30 de julho, onde o prefeito Geraldo Moura, representantes do Banco, vereadores e agricultores reuniram-se e obtiveram a aprovação do Legislativo Municipal. 

➖O prefeito Geraldo Moura, lembrou que ao assumir essas dívidas, a Prefeitura Municipal estará ajudando 168 agricultores e pescadores que não possuíam condições de quita-las sem o auxílio do poder governamental. O gestor municipal orienta esses pescadores e agricultores a procurar o Sindicato dos Trabalhadores Rurais ou o Banco do Nordeste para tramitar esse benefício.➖

Essa decisão, é resultado de uma reunião realizada no dia 11 de julho deste ano, onde o prefeito Geraldo Moura havia recebido em seu gabinete, os representantes do Banco do Nordeste da jurisdição de Campina Grande, o gerente de Negócios do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf I), Aroldo José Agra e o agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste, Edlúcio Gomes de Sousa, com o fim de planejar essa importante política de microcrédito destinada aos empreendedores urbanos e principalmente os da zona rural do município de Soledade, que trabalham na avicultura, ovinocultura, na caprinocultura, dentre outras atividades de produção da agricultura familiar.

➖Com essa negociação e gesto de sensibilidade social da Gestão Municipal, os agricultores de Soledade que tinham suas dívidas e nomes comprometidos junto à instituição bancária, poderão em breve realizar novos financiamentos pelo Banco do Nordeste.➖

Ascom/PMS

RELACIONADOS

COMPARTILHAR