1º Encontro de Valorização da Vida encerra  atividades do Setembro Amarelo em Soledade

            A cada ano, cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida e um número ainda maior de indivíduos tenta suicídio. Cada suicídio é uma tragédia que afeta famílias, comunidades e países inteiros e tem efeitos duradouros sobre as pessoas deixadas para trás. O suicídio ocorre durante todo o curso de vida e foi a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos em todo o mundo, no ano de 2016. E foi justamente para chamar atenção e estimular uma reflexão sobre essa temática que a Secretaria de Saúde de Soledade realizou, nesta sexta-feira (27), o 1º Encontro de Valorização da Vida.

            O evento, realizado na sede do Clube Recreativo, em alusão ao Setembro Amarelo, reuniu jovens de várias idades, secretários municipais, vereadores, profissionais de vários órgãos municipais e um público expressivo em torno da abordagem de um tema que diz respeito a todos nós. Questões como de que forma a gente pode ajudar o outro a não cometer o suicídio, dos mitos e verdades em torno do assunto, como perceber o risco iminente de uma ação desta natureza, entre outros enfoques foram abordados durante a palestra da psicóloga do CAPS, Marineide Miguel.

            Durante o Encontro, houve ainda algumas dinâmicas, que chamaram atenção para a importância de partilhar angústias e colocar para fora os problemas. Houve ainda a encenação de uma peça teatral, feita pelo grupo Persona, que retratava uma típica família atual, cuja condução na educação repressora do pai, culminou com uma tentativa de suicídio frustrada, o que fez o pai refletir sobre suas atitudes, e ainda depoimentos de várias pessoas que enalteceram a importância da abordagem do suicídio de forma permanente e não apenas no Setembro Amarelo. Houve ainda uma apresentação de Karaté, de um grupo do Serviço de Convivência, numa alusão a importância do esporte como fator que estimula a alegria e o bem estar.

            A secretária de Saúde, Larissa Moura Ramos, avaliou que o evento foi muito positivo e até superou as expectativas. “Houve uma excelente resposta à participação no evento, as abordagens foram bem amplas e consistentes, as falas e atividades enalteceram a importância da valorização da vida, do estar bem, a preocupação com o próximo, foi feito um alerta sobre a necessidade de melhoria da comunicação entre as pessoas, incluindo pais e alunos, enfim, foi uma manhã de muitos aprendizados e lições”, avalia a secretária. A secretária de Educação, Andrea Berto, chamou atenção para a importância de um olhar especial para os professores que sofrem muita pressão no dia a dia e, inevitavelmente, estão mais vulneráveis a essa problemática da depressão.

A psicóloga do CAPS, Marineide Miguel. durante sua palestra
A secretária de Educação, Andrea Berto, chamou atenção para a questão dos professores
A secretária de Educação,Andre Berto, e o vereador Policarpo Neto
Apresentaão de karaté
Houve uma expressiva participação do público
Houve várias dinâmicas
O encontro foi realizado no Clube Recreativo
O evento foi direcionado aos jovens de Soledade
O grupo de teatro Persona
O presidente da Câmara, Miranda Neto
Os jovens de Soledade durante as dinâmicas
Os jovens interagiram durante o evento
Secretária de Saúde, Larissa Moura Ramos
Todos atentos às explicações
Um dos atos da peça
Um dos flagrantesv do Encontro
Um dos momentos da peça teatral
Vista geral do público do evento
COMPARTILHAR