Soledade recebe nesta quarta-feira a Caravana Curimataú com o governador Ricardo Coutinho

Hoje será assinada a ordem de abertura da licitação do Sistema Adutor TransParaíba

O governador Ricardo Coutinho assina, nesta quarta-feira (10), a ordem de abertura da licitação do Sistema Adutor TransParaíba, que vai atender as populações de 19 municípios paraibanos do Curimataú e do Agreste paraibano. O anúncio foi feito ontem pelo deputado estadual e atual secretário de articulação municipal, Buba Germano em entrevista concedida ao jornalista Lázaro Farias na Rádio Caruá, a convite do prefeito Geraldo Moura.

O governador deverá chegar em Soledade por volta das 10:30h para fazer a assinatura da ordem de abertura da licitação. O prefeito Geraldo Moura, secretários municipais e vereadores deverão fazer “as honrarias da casa”, recebendo a comitiva oficial do Governo do Estado.

Da Obra

O sistema adutor Curimataú corresponde ao Segmento II da Transparaíba. Esse segmento apresenta uma extensão de mais de 350 km, com diâmetro variando entre 150 mm a 600 mm, uma estação de tratamento que irá trazer água a população com capacidade de tratar mais de 544 l/s. Serão construídas 21 estações de bombeamento, beneficiando em final de plano 148.000 mil habitantes em 19 municípios.

De acordo com os dados fornecidos por Buba na entrevista, serão 340 km de adutora passando por Soledade, São Vicente do Seridó, Cubati, Sossego, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Picuí, Frei Martinho, Baraúna, Nova Floresta, Cuité, Barra de Santa Rosa e Damião.

O sistema Curimataú tem captação no Açude Epitácio Pessoa – Boqueirão, de onde se desenvolve margeando estradas vicinais até a cidade de Boa Vista.

Logo o eixo adutor segue em direção até a cidade de Soledade e segue em direção sul do Estado margeando as PB-177, PB-187 e no segmento final pela BR-104, atendendo a população das cidades de Boa Vista, Boqueirão, Soledade, Juazeirinho, São Vicente do Seridó, Olivedos, Cubati, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Sôssego, Baraúna, Picuí, Frei Martinho, Cuité, Nova Floresta, Barra de Santa Rosa, Damião, Cacimba de Dentro e Araruna.

A obra está orçada em torno de 350 milhões de reais.

 

 

Ascom/PMS